Contador
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Nota Pública /ENDOMARCHA

    A sua divulgação é muito importante para nos ajudar na luta em favor das endomulheres - mulheres que sofrem de endometriose, e, principalmente, para esclarecer sobre essa doença que atinge 1 em cada 10 mulheres.


    Nota Pública /ENDOMARCHA
    Foto Divulgação


    Em marcha, mulheres de mais de 70 países estarão unidas em prol da 6ª edição da EndoMarcha 2019 - Marcha Mundial de Conscientização da Endometriose, doença que atinge uma em cada 10 mulheres, segundo a organização mundial da saúde.

    Durante a EndoMarcha serão feitos esclarecimentos sobre a endometriose e será um momento de reivindicar os direitos da endomulher de ter seu tratamento correto e gratuito pelo SUS, e também leis efetivas de semanas de conscientização. Desde 2014 se tem um dia do ano, no mês de março, que é denominado MARÇO AMARELO, para sair às ruas e não apenas reivindicar direito, que já deveria ser garantido por lei, mas também para conscientizar a sociedade de que a endometriose existe e que as mulheres atingidas precisam ser olhadas e cuidadas.

    Como ainda há muito mito sobre a doença, somente espalhando os principais sintomas é que se pode ter o diagnóstico precoce e, consequentemente, salvar vidas femininas das dores e consequências da endometriose.

    Um dos mitos é quando falam que a doença atinge apenas mulheres em idade reprodutiva. Se for consenso mundial que a idade reprodutiva inicia já na menarca, independente da idade da menina/mulher. Mas como ainda falam que a idade reprodutiva é dos 13, 15 aos 45 anos, ficaria fora desta estatística as meninas jovens. E é justamente essa camada da população – adolescentes – que precisam ser alertadas sobre os principais sintomas, pois cólica menstrual progressiva, que atinge grande número de adolescentes, é um dos sintomas da endometriose.

    20 cidades brasileiras terão a EndoMarcha, sendo em Feira de Santana o segundo ano do movimento, capitaneado por Layane Cedraz, que é mãe de seis filhos, psicóloga, digital influencer e portadora da doença. Esse ano importantes apoios chegaram para reforçar essa luta, como da Ceigin, que é uma clinica de fertilização, através de Dr. Pedro Leitão, da Med Imagem com o Dr. Marcos Gomes, da Secretaria de Saúde e da Vereadora Neinha, que abraçará essa causa. Além desses, empresas também estão unidas em prol da Endomarcha: Lorena Modas, Top Bahia, Eafes, Artefeito,RG+, a Dreams que estará fazendo a cobertura fotográfica, além do importante apoio de toda imprensa.

    A EndoMarcha será as 9h, saindo da Pça Marcus Moraes, na Av, Getulio Vargas (em frente ao Girafas) e seguindo para praça da Prefeitura onde acontecerá um momento com a Secretaria de Saúde, médicos, profissionais, mulheres portadoras, para falar sobre a endometriose.

    As primeiras pessoas que chegaram para participar receberão camisa do movimento.
     



Publicidade
Anuncie Aqui!
Auto Escola Trindade
Haste
PMCEL
Baner Alex
Auto Peças Brasil
Capitão
FBI Investigação
Spaço Sorriso
Colégio Intelecto
Point Cell
Mariana
Auto Escola Farol
Trayler
Banner Natal Encantado
Jobope
ACC Material de Construção
Terminal Rodoviário
Contador
Banner - Kamila - Grafica
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos