Governo do Estado São João do Interior
Contador
Em cima da hora:
Queda de energia em Brotas deixa serviço da Defesa Civil fora do ar
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Indenização por danos morais a vítimas de violência doméstica pode virar lei

    O projeto de lei original fixava o valor da indenização entre seis e cem salários mínimos. No entanto, a relatora da proposta, deputada Maria do Rosário (PT-RS), preferiu retirar do texto a menção a qualquer valor argumentando haver casos graves


    Indenização por danos morais a vítimas de violência doméstica pode virar lei
    Foto Divulgação

    A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (11) um projeto de lei que garante o pagamento de indenização por danos morais em caso de violência doméstica e familiar contra a mulher. O pagamento deverá ser feito pelo agressor, em valor que a Justiça determinar.


    O texto, que altera a Lei Maria da Penha, segue agora para o Senado Federal.


    O projeto de lei original fixava o valor da indenização entre seis e cem salários mínimos. No entanto, a relatora da proposta, deputada Maria do Rosário (PT-RS), preferiu retirar do texto a menção a qualquer valor argumentando haver casos graves, como feminicídio (assassinato de mulheres), que justificariam o pagamento de um valor mais alto.


    A deputada destacou que o pagamento de dano moral na seara criminal não impede a vítima de ingressar com uma ação cível com o objetivo de complementar o valor que considerar justo.


    Maria do Rosário ressaltou ainda que o pagamento de danos morais será devido sem prejuízo das punições penais cabíveis.

    Depósito judicial


    Pelo texto, a Justiça poderá determinar que o agressor deposite em juízo, como caução, a quantia devida por perdas e danos morais e materiais decorrentes da violência doméstica.


    O objetivo é garantir o pagamento da indenização ao final do processo.
    Se aprovada pelo Senado, essa iniciativa passará a figurar na lista de medidas protetivas que o juiz pode aplicar de imediato assim que é constatada a prática de violência doméstica.


    Pelo texto, a indenização por dano moral passa a ser obrigatória em todos os casos em que a vítima fizer o pedido.


    Em seu parecer, a relatora ponderou que o projeto irá "pacificar polêmica surgida nos tribunais brasileiros a respeito da possibilidade de condenar o agressor, no processo criminal, ao pagamento de indenização por dano moral".
     



Publicidade
Anuncie Aqui!
Consorcio 2
Colégio Intelecto
Capitão
Auto Peças Brasil
Contador
Trayler
Banner - Prefeitura - Grãos
Minas Ceel e Prime Cell
Auto Escola Trindade
Jobope
Point Cell
Auto Escola Farol
Banner Governo do Estado
Salão
Mariana
Governo do Estado São João do Interior
Banner - Hasteg
Spaço Sorriso
ACC Material de Construção
Banner Governo do Estado
Jocell
Lelinho Toldos
FBI Investigação
Banner - Kamila - Grafica
Fogos Aladim 2
Banner - Prefeitura Preocom
Advogado Sepúlveda
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos