Banner Governo do estado Obras Regionais
Contador
Em cima da hora:
UPE abre inscrições para cursos de idiomas e informática nesta segunda
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Padrasto acusado de estuprar enteada desde infância é condenado há 35 anos


    Padrasto acusado de estuprar enteada desde infância é condenado há 35 anos
    Foto Divulgação

    O homem acusado de estupro e tortura pela enteada Eva Luana da Silva, no município de Camaçari, região metropolitana de Salvador, foi condenado pela Justiça a 35 anos e 21 dias de reclusão em regime fechado e a um ano e três meses de detenção em regime aberto. As informações são do Ministério Público do Estado (MP-BA).

    O órgão estadual detalhou que Thiago Oliveira Alves foi condenado pelos crimes de lesão corporal no âmbito da violência doméstica, tortura e estupro de vulnerável. A decisão foi publicada na quarta-feira (14), pelo juiz Ricardo José Vieira de Santana. O processo continua em segredo de Justiça.

    Em fevereiro deste ano, Eva Luana usou as redes sociais para relatar os casos de estupro, violência e tortura que sofreu do padrasto. Nas postagens, ela contou que, por conta dos estupros que sofreu, teve que abortar várias vezes.

    A jovem relatou em cinco posts no Instagram que o "caos" teve início quando ela estava com 12 anos. Ela contou ainda que, primeiramente, a mãe era constantemente vítima do companheiro e que, depois, ela passou a ser alvo dele também. A mãe de Eva prestou depoimento e confirmou relato da filha.

    Thiago Oliveira Alves foi denunciado pelo Ministério Público do Estado da Bahia à Justiça e teve a prisão preventiva decretada em fevereiro deste ano.

    O G1 tenta contato com a defesa de Thiago, para comentar sobre a decisão da Justiça.

    Caso

    No dia 19 de fevereiro deste ano, o drama vivido pela jovem Eva Luana da Silva chocou o país após a garota relatar os abusos nas redes sociais. O caso já havia sido registrado na polícia e o suspeito estava preso, quando Eva revelou os episódios de abuso e tortura sofridos por ela e a mãe, durante quase 10 anos. "Tinha vezes que chegava a ser estuprada duas vezes no dia", disse.

    Como resultado dos estupros cometidos pelo padrasto, desde que ela tinha 12 anos, a jovem disse que fez vários abortos. "Foram quatro ou cinco vezes", lembra.

    Eva relatou em posts no Instagram toda a violência pela qual foi submetida dentro da própria casa. Artistas como Kéfera e Alice Wegmann compartilharam as postagens da estudante.

    A delegada Florisbela Rodrigues, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Camaçari, que apurou o crime, confirmou que a jovem prestou depoimento no dia 30 de janeiro. A mãe dela também falou com a polícia e confirmou as denúncias da filha.

    No dia 31 de janeiro, após Eva ter feito a denúncia, a Justiça concedeu uma medida protetiva para que Thiago não se aproximasse dela e nem da mãe e da irmã. O homem, então, foi obrigado a sair de casa e alugar um imóvel para morar.

    Ela conta, no entanto, que, antes de ser preso, ele descumpriu a medida que o obrigava a ficar distante das vítimas por no mínimo, 300 metros. A jovem disse que ele foi até a casa dela e destruiu provas, antes do cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

    Após a denúncia, Thiago Oliveira Alves, que é natural de São Paulo, foi exonerado do cargo de assessor técnico da prefeitura de Camaçari. Ele era lotado na Secretaria de Serviços Públicos (Sesp). A prefeitura divulgou nota de repúdio a Thiago no dia 20 de fevereiro.

    Ele já tinha deixado o cargo desde 1º de fevereiro, dois dias depois da enteada ter denunciado o caso à Polícia Civil, mas a oficialização da exoneração no Diário pela prefeitura só saiu 20 dias depois.

    FONTE: Com informações do G1



    Comentários


    16/08/2019 as 13h47m
    Justiça ! escreveu:
    Ele tem que morre . Satanás
Publicidade
Anuncie Aqui!
Spaço Sorriso
Consorcio de Caminhão
ACC Material de Construção
Centrão
Trayler
Banner - Kamila - Grafica
Banner IPTU
Advogado Sepúlveda
Point Cell
Haste
Jobope
Capitão
Mariana
Auto Escola Farol
Banner Governo do Estado
Colégio Intelecto
Escola de Enfermagem
Banner Governo do estado Obras Regionais
Contador
Auto Escola Trindade
FBI Investigação
Banner Governo do Estado
Auto Peças Brasil
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos