Excel Informatica
Contador
Em cima da hora:
Família em Barbacena tem casa furtada enquanto viajava
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Traição: Mulher é condenada a pagar R$ 50 mil por esconder que filha era de outro homem

    De acordo com o advogado Luís Sérgio Oliveira da Fonseca, o processo corre desde 2009, quando seu cliente procurou uma negativa de paternidade em relação à filha da ex-mulher, e acumulou com processo de danos morais. Um exame de DNA comprovou


    Traição: Mulher é condenada a pagar R$ 50 mil por esconder que filha era de outro homem
    Foto Divulgação

    A Justiça de São Gonçalo dos Campos, no interior baiano, recusou esta semana o último recurso de uma mulher que foi condenada no final de 2013 a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais por ter escondido do marido, por mais de 20 anos, que a filha que ele registrou era na verdade de outro homem.

    O casal já estava separado quando o marido, um pecuarista aposentado da cidade, começou a desconfiar que a moça, que tem cerca de 27 anos, não era filha dele, por conta de comentários maliciosos que ouvia de outros moradores. A defesa do ex-marido alegou que ele estava sendo humilhado com as chacotas de que era alvo por conta da traição da ex-mulher.

    De acordo com o advogado Luís Sérgio Oliveira da Fonseca, o processo corre desde 2009, quando seu cliente procurou uma negativa de paternidade em relação à filha da ex-mulher, e acumulou com processo de danos morais. Um exame de DNA comprovou que de fato a moça não era filha do pecuarista.

    "Isso foi muito bem fundamento na sentença. Uma coisa é uma traição de uma mulher na cidade grande, numa capital. Mas em uma cidade do interior a repercussão é muito grande. Isso abalou muito ele e eu consegui provar. Deprimiu. Isso deprime", explica o advogado. Além de descobrir não ser o pai biológico da moça, o pecuarista ainda se indignou ao saber que a ex-mulher teria recebido compensação financeira pela viúva do pai biológico da jovem, um empresário da região. "O comportamento dela falhou duas vezes. Primeiro foi a traição. E teve o fato que ela demonstrou interesse econômico, financeiro".

    Com o resultado do DNA, o ex-marido buscou a Justiça também para retirar seu nome da certidão de nascimento da moça que achava ser sua filha. "Ele não se sentia mais à vontade de constar como pai. Sendo que mesmo antes disso tudo eles não tinham uma boa relação, ela não era boa filha", diz o defensor.

    O valor determinado pela Justiça, de R$ 50 mil, já ultrapassou os R$ 100 mil com as correções, segundo o advogado. A ex-mulher é proprietária de imóveis na região. "Já consegui bloquear um (imóvel) para poder honrar a sentença. Eu acredito que na próxima semana já vai ser penhorado", explica.

    As informações são do Correio.



    Comentários


    01/06/2014 as 10h29m
    vc escreveu:
    tu viu puta!!!!!
    01/06/2014 as 17h33m
    ANONIMO escreveu:
    Dra.juiza eu estou desconfiando qui os 4 filhos nao sao meus que dizer qui se um vale 50. eu tenho direito a 200 mil reais ,vou proucurar a Sr.estou com dividas e sem dinheiro vou tirar o pe da lama ..kkkkkkkk.ela vai ter qui me pagar .esta puta caloteira..kkkkkk.
    02/06/2014 as 19h01m
    anonimo escreveu:
    isso é uma palhaçada viu esse homem q e ganha as custa dela falta do qui fazer viu
    02/06/2014 as 21h58m
    justiça e direitos iguais!! escreveu:
    não é assim que vcs querem?
    03/06/2014 as 09h24m
    sherlock holmes escreveu:
    a justica deveria fazer ela repartir toda heranca que herdou do pai da filha biologica, ja que ela sempre soube que o pai da menina era um empresario...so revelou que era o pai pq o coroa morreu e deixou uma boa grana...safada...ai sim seria uma justica boa
Publicidade
Anuncie Aqui!
Centrão
Excel Informatica
Point Cell
Anuncio terreno
Lelinho Toldos
Trayler
FBI Investigação
Bruno do Pega
Mabaço Eletrônicos
Mariana
Minas Ceel e Prime Cell
Jobope
Joseval Motos
Hasteg
Auto Escola Trindade
Banner - Kit Digital
Spaço Sorriso
Oficina Mecanica
Contador
Auto Escola Farol
Auto Peças Brasil
Capitão
Salão
ACC Material de Construção
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos