Banner Governo ESTADO HEC
Contador
Em cima da hora:
Projeto contra corrupção do MPF já coletou mais 31 mil assinaturas na PB
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Mobilização para minimizar tragédia em salvador

    As equipes vão contar com uma base operacional montada no bairro de São Caetano e o objetivo é realizar a remoção temporária das famílias desabrigadas, que podem optar por abrigos públicos ou recebimento de auxílio-moradia


    Mobilização para minimizar tragédia em salvador
    Fotos SSP-BA

    A Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec), vinculada à Secretaria da Casa Civil, e a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) se reuniram, na manhã desta quarta-feira (29), na sede da Defesa Civil municipal (Codesal), na Avenida Bonocô, com representantes da Prefeitura de Salvador, Corpo de Bombeiros e Exército Brasileiro, para definir o trabalho de técnicos e assistentes sociais nas áreas de risco, provocadas pelas recentes chuvas registradas em Salvador.


    “A prioridade é ir a cada uma desses locais e convencer os moradores a se retirarem de casa. Primeiro, para preservar a vida e, segundo, dizer que vamos guardar seus bens em local seguro até o retorno ou remanejamento para novas moradias”, explicou o superintendente de Proteção e Defesa Civil, Rodrigo Hita.


    As equipes vão contar com uma base operacional montada no bairro de São Caetano e o objetivo é realizar a remoção temporária das famílias desabrigadas, que podem optar por abrigos públicos ou recebimento de auxílio-moradia. O processo de convencimento das famílias será feito por assistentes sociais da Conder e da Secretaria Municipal de Promoção Social.


    Guarnições do Exército auxiliam na retirada de pertences dos moradores e, com o suporte de quatro caminhões, transportarão móveis, eletrodomésticos e outros objetos das pessoas que aceitarem sair das casas. Sob coordenação de engenheiros da Defesa Civil, o trabalho é realizado em parceria com os Bombeiros, a Polícia Militar e a Defesa Civil municipal, estadual e federal.

    Graer e bombeiros

    Criado em novembro de 2006, o Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer) tem sido uma das principais alternativas de resgate em situações de extremo risco. Seus serviços foram fundamentais para controlar a situação de calamidade instalada em Salvador no início da semana. Segundo o comandante do Graer, major Renato Lima, a equipe é devidamente capacitada e possui equipamentos de alta tecnologia para o êxito nas atividades de salvamento.


    “O vetor utilizado pelo grupamento aéreo, a aeronave, apresenta versatilidade, pois permite que cheguemos rápido em qualquer lugar e em locais onde outro meio não se conseguiria. Foi o caso, por exemplo, desta semana, quando as vias estavam interditadas por motivos diversos: lixo, alagamentos, manifestações e congestionamentos no trânsito. O socorro não podia chegar de outra forma que não fosse voando”, explicou Lima, enfatizando as prioridade às vítimas em condição de último grau, com a vida em risco iminente”.


    O Graer fica localizado no setor de hangares do Aeroporto Internacional de Salvador. No pátio, quatro helicópteros, equipados com aparelhos de primeiros-socorros, acessórios de salvamento aquático, equipamentos de mergulho e salvamento aéreo (desfibriladores, cordas de rapel e gaiolas de resgate) estão preparados para qualquer eventualidade.


    Duas equipes são dedicadas às operações de vôos, mas existem outros militares envolvidos no esquema de atendimento à população. O Graer tem acesso às ocorrências por meio de uma central de operações e,quando há demanda, todos agem de maneira integrada para a prestação dos serviços de resgate e salvamento, também realizados por terra pelos bombeiros.


    Tendo como lema a segurança da população, o Corpo de Bombeiros é encarregado de ações como apagamento de incêndio e resgate de pessoas em estado de risco. “Nós utilizamos equipamentos de prospecção, de arrombamento, incluindo serras e britadeiras, e de afastamento de objetos. Estamos sempre preparados para agir em qualquer situação. A função social do bombeiro é proteger o indivíduo”, ressaltou o tenente-coronel BM, Antônio Júlio Nascimento Silva.



Publicidade
Anuncie Aqui!
Terminal Rodoviário
Contador
Auto Escola Trindade
Excel Radiador
Capitão
Colégio Intelecto
Auto Escola Farol
Banner Positivo
Banner - Kamila - Grafica
Auto Peças Brasil
FBI Investigação
Banner Prefeitura - Mobilidade
Mariana
Trayler
Point Cell
ACC Material de Construção
Haste
Banner Governo ESTADO HEC
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos