Baner Intelecto
Contador
Em cima da hora:
População detém suspeito de roubar menor no Centro de São Carlos, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Absurdo: Katia Vargas é absolvida

    O julgamento começou na manhã de terça-feira (5) e as primeiras testemunhas afirmaram que houve desentendimento entre a ré e as vítimas e uma delas confirmou a perseguição e o momento em que Kátia bateu seu carro na moto das vítimas.


    Absurdo: Katia Vargas é absolvida
    Fotos Bocão News

    Quatro anos depois do acidente que matou os jovens Emanuel e Emanuelle Gomes Dias, a médica kátia Vargas foi absolvida pelo júri popular pelas mortes dos irmãos na noite desta quarta-feira (6). Durante dois dias, testemunhas de defesa e acusação, além dos advogados e promotores, foram ouvidos pela juíza Gelzi Souza e os sete jurados. O júri popular chegou a sentença que absolveu totalmente Kátia, segundo a TV Bahia.

    A médica tinha sido acusada pelo Ministério Público de duplo homicídio qualificado dos irmãos Emanuel e Emanuelle em 2013, com três qualificadores: motivo fútil, falta de possibilidade de defesa das vítimas e perigo comum.

    O julgamento começou na manhã de terça-feira (5) e as primeiras testemunhas afirmaram que houve desentendimento entre a ré e as vítimas e uma delas confirmou a perseguição e o momento em que Kátia bateu seu carro na moto das vítimas.

    A defesa levou algumas testemunhas para falar sobre a solidariedade da médica e mostrar uma Kátia mais humana e família. Já o perito contratado pela médica, Albery Espínola afirmou que o carro “encostou” na moto, mas que “não bateu”.


    O momento mais esperado desta quarta-feira foi o depoimento da médica. Ela negou que tenha batido na moto em que os irmãos estavam. "Eu acelerei o carro para ultrapassar a moto, não para alcançar a moto", disse a médica, que prosseguiu seu depoimento: "Quero dizer que em momento algum eu tive a menor intenção de causar nenhum acidente naquele dia. Eu não trisquei naquela moto. Eu ultrapassei aquela moto completamente". Kátia Vargas não respondeu as perguntas da acusação por orientação dos advogados de defesa.

    Revolta

    “Estou envergonhado com a Justiça baiana”. Essa foi a declaração do promotor David Gallo ao comentar sobre a absolvição total da médica Kátia Vargas, na noite desta quarta-feira (12). Em entrevista a TV Bahia, o promotor se disse envergonhado com o resultado e criticou a decisão dos jurados.


    “Total indignação porque quatro pessoas sem compromisso com a Justiça sentaram ali pré-determinadas para absolver uma pessoa que fez um crime bárbaro”, declarou Gallo.
    “Absurdo. Eu hoje como baiano me sinto envergonhado com isso”, emendou.
    Segundo o advogado de acusação, Luciano Assis, ainda cabe recurso. “Esperamos que seja acatado pelo Tribunal de Justiça”.


    O caso


    Dia 11 de outubro de 2013, os irmãos Emanuel e Emanuelle estavam em uma moto quando sofreram uma batida pelo carro dirigido por Kátia Vargas, em frente ao Ondina Apart Hotel. Segundo a conclusão do inquérito policial e acusação do Ministério Público (MP), a colisão foi provocada de maneira intencional pela médica. Ela havia discutido com Emanuel perto de um sinal pouco antes.


    Em dezembro do ano passado foi realizada a constituição do crime, feita pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT). Testemunhas, que não foram nomeadas no despacho da Justiça, participaram da reconstituição. No mesmo ano do acidente, a família conseguiu com o que caso fosse a júri popular. O Supremo Tribunal Federal (STF) negou um pedido da defesa da médica para que isso não ocorresse. A defesa da oftalmologista já havia recorrido ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que também negou.


    A oftalmologista obstruiu o sentido de direção da moto pilotada por Emanuel que trazia na garupa sua irmã Emanuele, projetando-os contra um poste, em frente ao Ondina Apart Hotel, resultando na morte instantânea dos irmãos. Imagens gravadas do local mostram o carro da médica seguindo atrás da moto antes da batida. A médica ficou presa por quase dois meses no Conjunto Penal Feminino, no Complexo da Mata Escura, em Salvador.



    Comentários


    06/12/2017 as 19h44m
    Deus na vida escreveu:
    Quem dizer uma mulher dessa, comenteu dois homicídios aínda as câmaras gravaram tem prova e ainda é liberada e inocente na cadeia essa é a nossa justiça. Cada dia mas revoltada.
    06/12/2017 as 19h52m
    revoltado escreveu:
    oq e que o dinheiro nao compra nessa desgraca de pais. ela foi absorvida porque os irmao nao foi meus assim ela iria ver oq e uma condenacao dinheiro dinheiro. eses juizis so fazem nome em cima dos pobre.
    06/12/2017 as 20h09m
    anonimo escreveu:
    falta de vergonha nao temos justiça no pais
    06/12/2017 as 20h50m
    marcos escreveu:
    a populacao todo dia reclama da falta d justica,,,veja o exemplo dessa populacao quando o voto deles depende pra fazer justica
    06/12/2017 as 23h41m
    Quem dera fosse absoRvida e não absoLvida escreveu:
    Kkkkkkkkkllllllllllll
    06/12/2017 as 23h58m
    Tereza Souza escreveu:
    Não seria "absolvida"?
    07/12/2017 as 01h56m
    Não Importa escreveu:
    Á sentença já estava dada antes do final não importava o que fosse dito no tribunal ela já seria inocentada .
    07/12/2017 as 08h56m
    Absorvida de absorvente? escreveu:
    Absorvida de absorvente? Ela foi absorvida pelo absorvente?
    07/12/2017 as 09h34m
    JUSTIÇA QUE FICA; escreveu:
    PAÍS DE MERDA! GOVERNO DE MERDA! JUSTIÇA DE MERDA!
    07/12/2017 as 09h57m
    Professor de português escreveu:
    Absurdo é escrever ABSORVIDA e não ABSOLVIDA! Essa "imprensa" de Feira é uma piada, tomar um curso de português as vezes é bom viu, atenção Folha do Estado, vamos escolher melhor as pessoas que digitam no site, sem falar que um site sério não publica uma matéria com uma manchete tão tendenciosa assim.
    07/12/2017 as 10h37m
    MEU PENSAMENTO: escreveu:
    ABSOLVIDA PELA JUSTIÇA PRESA EM SUA CONÇIENCIA, QUEM DEVE AO HOMEM PAGA AO HOMEM MAIS DEVER A DEUS AMIGA ,TU PAGA A DEUS .
    07/12/2017 as 10h52m
    Nunes escreveu:
    Vergonha da Justiça nao so bahiana como brasileira correu muito dinheiro como disse Rui Barbosa: Detanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantar-se o poder nas maõs dos maus o homem chega a desanimar-se da virtude rir-se da honra e sente vergonha de ser honesto
    07/12/2017 as 13h33m
    Anônimo escreveu:
    Estamos fu...com a Justiça desse país.
    07/12/2017 as 22h19m
    Dailson escreveu:
    Infelizmente condena mesmo foi a mãe dos jovens, condenada a prisão perpétua de sofrimento dor luto e solidão, a meses antes do julgamento não acreditei que seria condenada está médica, porém o julgamento de Deus será com verdadeira justiça onde o dinheiro não compra
Publicidade
Anuncie Aqui!
FBI Investigação
Jobope
Contador
Auto Peças Brasil
Point Cell
Baner Intelecto
Anuncio
Mariana
Tend Tudo
Janio Motos
Valmor
Niy Milly
Auto Escola Trindade
Auto Escola Feirense
Auto Escola Farol
Oficina Mecanica
Joseval Motos
Lelinho Toldos
Spaço Sorriso
Zé Chico
Bingo Beneficente
Bruno do Pega
Mabaço Eletrônicos
Rasteg
Otica Robson
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia
Ornamentação e Decoração de Eventos