Em cima da hora:
Primeiro dia de greve fecha agências na região central de Campinas, SP
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • Prefeitura manda derrubar casas no Viveiros e moradores prestam queixa na delegacia

    Os moradores contaram na delegacia, que durante a madrugada, desconhecidos encapuzados e acompanhados pela Guarda Municipal, destruíram cerca de cinco casas que foram erguidas há seis anos no local.
    15.09.2014 11h11m
    Recomendar
    Prefeitura manda derrubar casas no Viveiros e moradores prestam queixa na delegacia
    Fotos Central de Polícia

    Um grupo de moradores da via Principal D, no conjunto Viveiros, registrou queixa no Complexo Policial Investigador Bandeira, na manhã de sábado (13), contra homens que se identificaram como funcionários da Prefeitura de Feira de Santana e que derrubaram casas.


    Os moradores contaram na delegacia, que durante a madrugada, desconhecidos encapuzados e acompanhados pela Guarda Municipal, destruíram cerca de cinco casas que foram erguidas há seis anos no local.


    De acordo com relatos de moradores na unidade policial, não foi apresentada nenhuma ordem judicial, tampouco notificações para que deixassem o local. “ Nunca fomos notificados sobre nada, inclusive já temos água e energia instaladas nesta área de 56 por 28 metros quadrados’’, contou um desempregado ao programa Ronda Polical.

    Outros moradores reclamaram que investiram todas as suas economias na compra de materiais de construção. Eles aguardam providências e explicações das autoridades competentes. Uns dos trabalhadores relatou que foram ameaçados sob a mira de armas. Várias máquinas, inclusive tratores foram utilizadas para a demolição das moradias.


    Nenhuma secretaria municipal informou se houve uma decisão judicial e por que a destruição ocorreu durante a madrugada.

    Ailton Almeida, chefe da Guarda Municipal disse que não teve nenhuma informação sobre a utilização das viaturas, e prometeu apurar as denúncias.
    Central de Policia, com informações de Sotero Filho (Ronda Policial)



  • Policiais da BCS recebem curso de capacitação ministrado por oficial do batalhão de Choque

    Para o Cap Ermillo e a Ten Juliana, respectivamente comandante e subcomandante da BCS, este tipo de capacitação é de extrema importância, na medida em que qualifica ainda mais o policial que está diretamente na atividade fim da Corporação, proporcionando
    15.09.2014 11h04m
    Recomendar
    Policiais da BCS recebem curso de capacitação ministrado por oficial do batalhão de Choque
    Fotos da BCS

    Durante os dia 9, 10, 11 e 12 de setembro, os 75 policiais militares que integram a Base Comunitária de Segurança do George Américo passaram por uma capacitação na sede do 1º Batalhão, em Feira de Santana. No treinamento, que foi composto de teoria e prática, os policiais militares tiveram instruções que contemplaram desde fundamentos de tiro até abordagens a pessoas a pé, em veículos 04 rodas e em veículos 02 rodas.


    Para o Cap Ermillo e a Ten Juliana, respectivamente comandante e subcomandante da BCS, este tipo de capacitação é de extrema importância, na medida em que qualifica ainda mais o policial que está diretamente na atividade fim da Corporação, proporcionando mais segurança para os policiais e para a comunidade, principalmente sendo ministrada pelo Cap Cardoso, oficial especializado em operações especiais, curso da Companhia de Operações Especiais, Tropa de Elite da Polícia Militar da Bahia.

    O instrutor Caveira, como são conhecidos os policiais militares que realizam o COPES - Curso de Operações Especiais, relatou a sua satisfação em estar contribuindo para a qualificação dos policiais militares e parabenizou a iniciativa.

    O Sgt Natanael, um dos policiais militares que participou das instruções, falou da sua satisfação em fazer parte do grupo de instruendos, parabenizando a iniciativa. Para ele, treinamentos desse tipo devem ocorrer constantemente, tendo em vista a relevância para o serviço policial.

    Essa iniciativa, além de estreitar os laços entre as Unidade da PMBA, reafirma que a preocupação com a melhor prestação do serviço policial independe do local de trabalho, mas sim do compromisso com a sociedade.


     Informações da Assessoria



  • Sinaleira pega fogo no Centro da Cidade

    O fogo só atingiu a proteção de fibra, que envolve a sinaleira e não danificou a parte elétrica. O incêndio provocou confusão no trânsito, mas o semáforo voltou a funcionar na mesma noite
    15.09.2014 10h57m
    Recomendar
    Sinaleira pega fogo no Centro da Cidade
    Fotos Internautas

    Um incêndio atingiu uma sinaleira localizada no cruzamento da avenida Senhor dos Passos com a Getúlio Vargas, em Feira de Santana, no início da noite deste domingo (14). O fogo foi controlado por fiéis que participavam da missa na igreja Senhor dos Passos, com o uso de extintores.

    Em contato com a reportagem do Jornal Transamérica, o superintendente municipal de Trânsito, Francisco Junior, informou que o incêndio não foi provocado por curto-circuito e há suspeita que fogos de artifícios foram os causadores do problema. Acrescentou que uma pessoa teria aproveitado fogos que sobraram da festa da paróquia. Restos de rojões foram encontrados próximos do equipamento.

    O fogo só atingiu a proteção de fibra, que envolve a sinaleira e não danificou a parte elétrica. O incêndio provocou confusão no trânsito, mas o semáforo voltou a funcionar na mesma noite.
    Central de Polícia, com informações do Jornal Transamérica
     



  • Polícia Militar prende 10 torcedores do Bahia no Joia da Princesa em jogo contra o Figueirense

    O conflito desta vez foi entre torcedores de uma organizada tricolor e torcida do Figueirense. Segundo a Polícia Militar, que agiu rapidamente e evitou que o conflito aumentasse, foram presos oito torcedores do Bahia, todos com camisa do Bamor.
    15.09.2014 10h52m
    Recomendar
    Polícia Militar prende 10 torcedores do Bahia no Joia da Princesa em jogo contra o Figueirense
    Fotos Correio 24 Horas

    O Bahia venceu o Figueirense neste domingo (14) por 3 a 0 no Joia da Princesa, mas a festa tricolor teve confusão no início da partida. Cumprindo punição por confusão justamente no estádio de Feira de Santana em 29 de maio em partida contra o Santos, o Bahia teve que jogar fora da capital baiana nesta rodada - no mando anterior, contra o Coritiba, o jogo foi na Arena Fonte Nova, mas com portões fechados.

    O conflito desta vez foi entre torcedores de uma organizada tricolor e torcida do Figueirense. Segundo a Polícia Militar, que agiu rapidamente e evitou que o conflito aumentasse, foram presos oito torcedores do Bahia, todos com camisa do Bamor.


    Outros dois torcedores do Figueirense também foram detidos - feridos, eles receberam atendimento médico e posteriormente foram levados à delegacia de Sobradinho, onde as medidas cabíveis serão tomadas.

    Superlotação

    O jogo contra o Santos em maio teve lotação de de 16.842 pessoas, 568 a mais que a capacidade oficial do Joia da Princesa, que é de 16.274. A superlotação fez com que parte do público ficasse espremido atrás de um dos gols. Alguns torcedores, inclusive crianças, tiveram que pular a grade que separa a arquibancada do campo para sair do sufoco.

    O administrador do Joia, José Fernandes, nega invasão ou arrombamento. “Felizmente não aconteceu isso, pois resultaria em pessoas feridas e provavelmente uma tragédia. O que aconteceu foi que devido ao empurra-empurra, um dos cadeados se abriu”, fala Fernandes, em nota da prefeitura de Feira, dona do estádio.

    As informações são do Correio.
     



  • Criminosos cruéis acusados de cometer chacina são presos

    Raimundo Nonato Baracho dos Santos, o “Russo”, também participante da chacina, foi capturado por policiais da 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas), na quarta-feira (10), pela autoria de um latrocínio em Vilas do Atlântico
    14.09.2014 12h26m
    Recomendar
    Criminosos cruéis acusados de cometer chacina são presos
    Foto Polícia Civil

    Quatro dos seis criminosos envolvidos numa chacina, ocorrida em maio deste ano, em um terreiro de Candomblé, no bairro de Marechal Rondon, foram apresentados à imprensa, na tarde desta sexta-feira (12), no auditório do Departamento de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), na Pituba.


    Uma equipe da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM) prendeu Denilson dos Santos Ribeiro, o “DK”, 27 anos, Carlos Eduardo Sena, o “Índio”, 32, Juliana Santana da Silva (21) e Diego Santana da Silva, entre os dias 6 e 11 de setembro, durante operação conjunta com policiais militares.


    Raimundo Nonato Baracho dos Santos, o “Russo”, também participante da chacina, foi capturado por policiais da 23ª Delegacia Territorial (DT/Lauro de Freitas), na quarta-feira (10), pela autoria de um latrocínio em Vilas do Atlântico, crime pelo qual teve a prisão preventiva decretada. O sexto envolvido no múltiplo homicídio em Marechal Rondon, identificado como Evandro de Oliveira Ramos, está foragido, e é procurado.


    Mais de um quilo e meio de drogas, entre maconha e cocaína, e três revólveres, todos de calibre 38, foram apreendidos pelos policiais ao prenderem “DK”, na Ilha de Itaparica, “Índio”, em Camaçari, e Juliana e Diego, no bairro de Pirajá. Além do titular da DHM, delegado Odair Carneiro, participaram da apresentação os delegados Sérgio Malaquias (DHPP) e Guilherme Machado, titular da 3ª Delegacia de Homicídios (DH/BTS), e os comandantes da Operação Gêmeos, major Washington, da Operação Apolo, major Wildon, e da Rondesp Atlântico, major Paraíso.

    Represália

    “Índio” é apontado como mandante da chacina que vitimou Maria da Paixão Pereira, 65, seus filhos Jadaíra Pereira dos Santos, 28, e Jackson Pereira dos Santos, 27, além de Antônio Cláudio dos Santos, 39, e uma mulher ainda sem identificação. As cinco vítimas foram baleadas e queimadas no terreiro de Candomblé, onde a família de Maria também residia.


    As investigações indicaram que as execuções foram em represália à prisão de três integrantes da quadrilha de “Índio”, capturados no dia 14 de maio, durante operação conjunta do DHPP, da 4ª Delegacia Territorial (DT/São Caetano) e 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/Pirajá), na Rua Lígia Maria.


    Entre os capturados em maio está o ex-policial militar Mauro Vinícius Soares, 34, que responde a inquérito por um homicídio ocorrido na região. Mauro foi preso no momento em que prestava socorro ao traficante Daniel da Silva Marques, o “Ajeita”, 22, ferido na perna depois de envolver-se num confronto com a polícia.
    “Ajeita” e o comparsa Daniel Freitas dos Santos, o “Gordo”, 22, vendiam drogas em via pública e ao perceberem a aproximação dos policiais iniciaram uma troca de tiros. O primeiro escondeu-se na casa de Mauro e “Gordo” invadiu a casa de Maria, Jandaíra e Jackson, onde foi localizado e preso minutos depois.
    Mauro, “Ajeita” e “Gordo” foram conduzidos à 4ª DT/São Caetano, na ocasião, e autuados em flagrante por tráfico, associação para o tráfico, tentativa de homicídio e porte ilegal de munição de uso restrito. O ex-PM responde a um inquérito no DHPP pela morte de Jeilton Silva dos Santos e vinha trabalhando como segurança da quadrilha de “Índio”.

     



  • Polícia Civil prende matadores de policiais

    Rogério Silva Soares, 19 anos, e Eduardo Marques dos Santos, 21, assassinaram o soldado PM Valmir do Carmo do Espírito Santo, em uma pizzaria, na localidade conhecida como Derba, em Santo Amaro, no dia 26 de maio do ano passado
    14.09.2014 12h21m
    Recomendar
    Polícia Civil prende matadores de policiais
    Foto Polícia Civil

    Cinco homens envolvidos nos latrocínios de três policiais foram apresentados à imprensa, nesta sexta-feira (12), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), como resultado das primeiras ações do grupo especial de investigação à morte de policiais, criado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP). O grupo é integrado por equipes DHPP, Superintendência de Inteligência (SI/SSP) e setores de inteligência das polícias Civil e Militar. As investigações revelaram que os crimes não estão ligados.


    Rogério Silva Soares, 19 anos, e Eduardo Marques dos Santos, 21, assassinaram o soldado PM Valmir do Carmo do Espírito Santo, em uma pizzaria, na localidade conhecida como Derba, em Santo Amaro, no dia 26 de maio do ano passado. O PM era lotado na 10ª Companhia Independente de Policia Militar (CIPM)/Santo Amaro. A dupla foi presa na quinta-feira (11), na Federação, durante operação conjunta com a polícia Militar.


    Já André Luis da Silva Nascimento, o “Tó”, 24, e os comparsas, Carlos Diram Silva Machado, o “Diram”, 20, e Alexsandro Borges da Silva Anunciação, o “Gordo”, 20, foram identificados como os autores da morte do policial civil Jorge César de Castro Pereira, 55, lotado na 13ª Delegacia Territorial, (DT/Cajazeiras). Jorge foi morto durante um assalto no interior de um galpão, na Estrada Velha do Aeroporto, no dia 23 de julho deste ano.


    Alexsandro também estava com a prisão decretada pela Justiça por envolvimento na morte do policial militar Clóves Silva da Paixão, 47, lotado na 52ª CIPM, morto no dia 14 de julho deste ano, quando tomava café numa padaria no bairro do Caji, em Lauro de Freitas. Alexandro tinha um mandado de prisão temporária em aberto e foi capturado junto com os comparsas, também na quinta (11). Todos os presos foram encaminhados ao sistema prisional.



  • Homem é encontrado morto despido na Conceição II

    Mas, segundo a polícia, o corpo do homem apresentava sinal de hematomas no rosto e no órgão genital, aparentemente a vitima foi espancada antes de morrer
    14.09.2014 12h16m
    Recomendar
    Homem é encontrado morto despido na Conceição II
    Foto de Internautas

    Um homem ainda sem identificação foi encontrado morto e sem roupa, no inicio da manhã deste domingo (14), por volta das 7 horas, na Rua Garanhuns, bairro Conceição II. O corpo da vitima não apresentava nenhum sinal de perfurações de arma de fogo ou arma branca.


    Mas, segundo a polícia, o corpo do homem apresentava sinal de hematomas no rosto e no órgão genital, aparentemente a vitima foi espancada antes de morrer.


    Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando da delegada Cristiane Oliveira compareceram ao local do crime e realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.

    Até o fechamento desta edição, a vitima permanecia sem identificação.

     



  • 270 policiais garantiram a segurança durante o jogo entre Bahia x Figueirense no Jóia da Princesa

    Além do serviço de inteligência, haverá o reforço das guarnições e patrulhas das 64ª e 65ª Companhia Independente e do 1º BPM - Batalhão de Ensino Capacitação e Instrução.
    14.09.2014 12h03m
    Recomendar
    270 policiais garantiram a segurança durante o jogo entre Bahia x Figueirense no Jóia da Princesa
    Foto CPRL

    Policiais militares de diversas áreas da Polícia Militar irão atuar na segurança para garantir a tranquilidade e a ordem durante a partida entre Bahia x Figueirense, jogo que acontece na tarde deste domingo (15) no estádio Jóia da Princesa, em Feira de Santana, pelo Campeonato Brasileiro. Serão 270 agentes de segurança, incluindo policiais militares das Companhias Especializadas.

    Mais uma vez, o esquema montado pela 65ª Companhia Independente, que tem o comando do major PM Carvalho, contará com o apoio das Unidades Especializadas da PMBA: BEPE - Batalhão Especializado em Policiamento de Eventos; CIPE/Litoral Norte - Companhia Independente de Policiamento Especializado/Litoral Norte; um Pelotão de Controle de Distúrbios Civis (CDC) e da CETO/CPRL - Companhia de Emprego Tático Operacional/CPRL, que farão o policiamento na área externa e interna do estádio, através dos Pelotões Tático Móvel, Asa Branca e Cavalaria.

    Além do serviço de inteligência, haverá o reforço das guarnições e patrulhas das 64ª e 65ª Companhia Independente e do 1º BPM - Batalhão de Ensino Capacitação e Instrução.

    O policiamento terá a supervisão do CPRL - Comando de Policiamento Regional Leste - que tem o comando do coronel PM Adelmário Evangelista Xavier.

    As informações são da Ascom/CPRL
     



  • Balconista é assassinada pelo ex-marido em Baixa Grande

    Policiais da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia de Baixa Grande, está a procura do assassino conhecido por “Preto” que pode está escondido na zona rural da cidade, ele é alto, moreno escuro, tipo índio
    14.09.2014 11h59m
    Recomendar
    Balconista é assassinada pelo ex-marido em Baixa Grande
    Foto Bacia do Jacuipe

    Por voltas das 10h deste sábado, 13, uma balconista, identificada por Osnilde Ribeiros Dias,36 anos, conhecida por “Sol” foi esfaqueada e veio óbito no local onde trabalhava, em uma lanchonete na Avenida 2 de julho na cidade de Baixa Grande no Território Bacia do Jacuípe.

    Segundo informações de populares, o ex-esposo que atualmente estava residindo em São Paulo foi o autor do crime, populares contam que após o homicídio ele saiu andando normalmente na avenida e somente após alguns metros correu, evadindo-se do local.

    Policiais da 12ª Coordenadoria Regional de Polícia de Baixa Grande, está a procura do assassino conhecido por “Preto” que pode está escondido na zona rural da cidade, ele é alto, moreno escuro, tipo índio.

    Segundo o site Bacia do Jacuípe, o assassino trabalhava na obra de ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas(SP), desembarcou em Baixa Grande às 8h30, uma hora e meia antes do crime. Procurado por amigo que dia retornava a São Paulo, ele respondeu: “hoje mesmo”!.
     

    Informações Redação CN



  • Taxista é assassinado no Parque Getúlio Vargas

    Segundo a polícia, ele estava dentro do táxi, modelo Gol azul de placa OUI 4753, quando foi atingido pelo disparo. De acordo com informações de colegas de profissão da vítima, Adriano
    14.09.2014 11h53m
    Recomendar
    Taxista é assassinado no Parque Getúlio Vargas
    Fotos Central de Polícia

    O taxista Adriano da Silva Rios, 31 anos foi assassinado com um tiro no pescoço na Rua São Roque, bairro Parque Getúlio Vargas, em Feira de Santana.



    Segundo a polícia, ele estava dentro do táxi, modelo Gol azul de placa OUI 4753, quando foi atingido pelo disparo. De acordo com informações de colegas de profissão da vítima, Adriano atendeu a uma ligação, quando estava na Avenida Getúlio Vargas, em seguida foi até a Rua São Roque, onde foi assassinado.

    Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando da delegada Joselita Bispo compareceram ao local do crime e realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.


    A polícia trabalha na hipótese de tentativa de assalto, mas segundo a delegada Joselita, outras linhas de investigação não estão descartadas.



  • Jovem é morto com tiros na cabeça no distrito de Jaquara

    O carona com arma em punho se aproximou da vitima e efetuou vários disparos acertando a cabeça e tórax. O jovem não resistiu e morreu no local, enquanto
    14.09.2014 11h46m
    Recomendar

    O jovem Fábio Oliveira Rosa, 28 anos que residia na Fazenda Mendonça no distrito de Jaguara em Feira de Santana foi assassinado com tiros na cabeça, no final da manhã deste sábado (13), quando pilotava sua motocicleta de dados ignorados nas proximidades da casa onde morava.


    Segundo a polícia, Fábio transitava com sua motocicleta pelas proximidades da localidade conhecida como Corredor do Povo, quando foi surpreendido por dois assassinos que estavam montados numa outra motocicleta.


    O carona com arma em punho se aproximou da vitima e efetuou vários disparos acertando a cabeça e tórax. O jovem não resistiu e morreu no local, enquanto os criminosos fugiram tomando rumo ignorado.


    Policiais plantonistas da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando da delegada Joselita Bispo compareceram ao local do crime e realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.



  • Policiais da DTE prendem uma mulher acusada de tráfico de drogas

    Segundo a polícia, a equipe da DTE já vinha investigando a acusada há meses e nesta sexta-feira conseguiu flagrar a mesma traficando drogas. Após ser ouvida na DTE, a mesma foi encaminhada
    14.09.2014 11h34m
    Recomendar
    Policiais da DTE prendem uma mulher acusada de tráfico de drogas
    Foto Polícia Civil

    Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes (DTE), sob o comando do delegado Matheus Souza prenderam na última sexta-feira (12), Jamile Oliveira, 30 anos.


    Ela foi flagrada na 2ª Travessa Medeiros, bairro Sitio Mathias com 65 pedras de crack, 55 petecas de cocaína, uma pedra grande da mesma droga, uma balança de precisão, e com a quantia de R$ 300 em dinheiro.


    Segundo a polícia, a equipe da DTE já vinha investigando a acusada há meses e nesta sexta-feira conseguiu flagrar a mesma traficando drogas. Após ser ouvida na DTE, a mesma foi encaminhada para o Conjunto Penal de Feira de Santana.
     



Publicidade
Pet Shop
Prefeitura Nota Fiscal
Mariana
OS MABAÇOS ELETRONICOS
Advogado Gabriel Soares
Excel Peças e Serviço
Delta
Sobre medida
Aluguel de Ônibus - Cidade Princesa
Pax
Lojão Pirai
Advogado Helinbender
Junior Import
Banda Band
Atenas
Churrascaria 2 de Julho
Curso Aprovado
Janio Motos
Kamis Modas
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia